Curva ABC no e-commerce: saiba como movimentar seu estoque

beexlog 7 de janeiro de 2020 0 Comments

Atalho é uma palavra que não existe no vocabulário empreendedor. Porque, para chegar ao sucesso virtual, é necessário passar por processos e etapas que não devem ser puladas. No entanto, existem estratégias que são facilitadoras da movimentação e ampliação do faturamento da loja virtual. É o caso da Curva ABC.

Controlar o estoque é uma das maiores dificuldades de quem lida com e-commerce. E a Curva ABC é uma estratégia que pode ser muito eficiente na análise de resultados da sua loja virtual. Esse método classifica o estoque em itens mais vendidos e menos vendidos.

Dessa forma, é possível monitorar e criar estratégias para um melhor giro de seus produtos. Essa técnica reduz os custos e amplia as vendas da loja. Para que seja possível tomar decisões corretas e fazer as apostas assertivas, a Curva ABC recebe este nome devido à classificação destinada aos produtos:

Classe A:

Produtos com alto valor de demanda ou consumo = 20%

Classe B:

Produtos com valor de demanda ou consumo intermediário = 30%

Classe C:

Produtos com valor de demanda ou consumo baixo = 50%

Aplicar a Curva ABC no seu e-commerce

Com esses dados em mãos, é possível avaliar as oportunidades de crescimento do seu e-commerce. A Curva ABC, se bem aplicada, pode ser muito eficaz. Para gerenciar seu estoque da melhor maneira, é imprescindível entender que os produtos Classe A representam a maior parte dos ganhos da empresa, por isso, necessitam de mais cuidado e atenção.

A categoria Classe B é responsável por boa lucratividade e necessita de uma gestão moderada. Os produtos da Classe C são os “esquecidos” que não representam tanto lucro para a empresa, portanto, eles devem ser trabalhados, mas não têm de servir como foco principal.

Com isso em mente, é viável classificar a composição do seu estoque e identificar os pontos fortes e fracos do seu e-commerce. E, assim, compor uma tática para identificar qual produto necessita de mais investimento, visto que tem maior retorno para a empresa.

Os produtos Classe C não devem ser desconsiderados. Eles fazem parte do composto que rege a organização da loja e compõem o giro de estoque. Para movimentar essa categoria, é interessante montar kits promocionais com um dos produtos mais “queridinhos”, como da Classe A, e algum artigo da Classe C, para movimentar os produtos parados. Além disso, a curva ABC também ajuda a analisar se algum produto não está dando o retorno necessário, para, assim, retirá-lo de linha, pois esses podem até estar trazendo prejuízo a longo prazo.

Curva ABC na prática

Para implementar essa estratégia no seu e-commerce, é necessário identificar os itens, os preços unitários, a quantidade em estoque, o volume de vendas no período e o valor total vendido. Para isso, pode ser usada uma planilha, ordene pelo valor total e calcule a porcentagem de cada item, assim, será possível definir as categorias de seus produtos.

Organizar o estoque de acordo com a demanda é um dos principais benefícios dessa estratégia, que oferece uma visão mais ampla da demanda do estoque da loja virtual. A Curva ABC identifica diferentes problemas em diversas partes da empresa, através de um cálculo amplo. Além de classificar os produtos, ela caracteriza os principais fornecedores e clientes, ajudando a estabelecer uma preferência e conexão maior com eles. Ou seja, além de ranquear os produtos, a estratégia faz bem para todos os processos da empresa, desde a logística até a entrega final do produto.

Fonte: https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/curva-abc-ecommerce-movimentar-estoque/

DE: Galleger Ilhe